Por Amor aos Lugares, de Rogério Haesbaert


Assumindo o papel de internacionalista, foi extremamente importante a leitura desse exemplar, uma vez que não vejo os lugares como um destino turístico apenas, mas sim como um coletivo cultural que representa valores e conceitos de determinada região; contribuindo para a diversificação do globo e, consequentemente, para a capacidade de aprender com as diferenças do próximo. É, de fato, uma leitura capaz trazer à mente a importância da diplomacia, da preservação da moralidade de cada canto e do aprofundamento no conceito dos lugares, que se transformam numa fonte de fatores que abrange a nossa visão para além do perceptível, seguindo um caminho sentimental e informativo para com a vivência de povos de diferentes estirpes pelos cantos do planeta, refletindo o retorno que tiveram após anos de influência cultural, seja ela qual for. 


E o que contribui para um aproveitamento de qualidade, também, é a capacitação do autor ao abordar o tema com maestria. Rogério Haesbaert é geógrafo com pós-doutorado, e essa formação auxilia na criação de seus textos ricamente elaborados com um vocabulário bem desenvolvido. Além de ter domínio do tema que propôs aos leitores logo na sinopse da obra. Ou seja: não se trata de um livro de turismo que discorre por lugares exóticos, mas de um livro cultural dentro da concepção geográfica e até mesmo política das regiões abordadas no exemplar.


Há também a despretensão de fazer propaganda aos lugares, sendo os textos de Haesbaert uma compilação de fatos apresentados de acordo com suas memórias e experiências espontâneas. Algo semelhante a um diário que capta os momentos corriqueiros de determinada região no traquejo de sua receptividade, podendo ela ser positiva ou negativa. Positiva quando promove a diferença e recebe o outro com total júbilo de poder tornar a cultura reconhecida por outros povos, e negativa quando se confina em suas próprias verdades, resguardada na autoproteção de sua parecença.


O autor deixa isso claro na obra ao nos conduzir pelo itinerário da diversidade: o amor aos lugares não está apenas em seu espaço geográfico, mas naquilo que o mantém em conexão e movimento com o resto da humanidade. Seguindo essa conjectura, o livro começa com lugares mais distantes e diferentes até chegar na área da vivência cotidiana, abrindo espaço para relatar as surpresas daquilo que os olhos já se acostumaram a enxergar.


Pude aprender muito com as crônicas relatadas por Rogério Haesbaert. Compartilho da mesma opinião em uma de suas passagens, na qual somos convidados a ler o livro sem maiores pretensões, deixando-nos ser levados pelos sentidos e pelas reflexões. Trata-se de uma verdadeira viagem pela Ásia, África, Europa, América Latina e seus lugares cotidianos, permitindo-nos uma imersão nas peripécias do autor. A edição da Bertrand Brasil contribuiu sistematicamente para uma leitura confortável. A arte de suas fotografias é o toque especial do planejamento e organização no vai e vem de seus capítulos, sendo tais imagens responsáveis por levarem os afortunados leitores além do que está no papel. Em síntese, digo que o livro mostrou a realidade na vivência Rogério Haesbaert, o que o faz uma verdadeira ferramenta de aprendizado. Foi mesclando o amor pelos livros e pelos lugares que adquiri o exemplar, e após absorver seu conteúdo, posso afirmar que o mesmo sempre terá um lugar especial na minha estante.

Clique aqui para adquirir o exemplar.
Título: Por Amor aos Lugares
Autor: Rogério Haesbaert
Editora: Bertrand Brasil
Publicação: 2017 | Páginas: 320
Sobre: Este é um livro de crônicas, de memórias, de relatos mais espontâneos, muitos deles de viagens, de narrativas redigidas no calor das vivências, do contato direto com os outros e seus tantos lugares, da história presentificada e da geografia acumulada que, ao mesmo tempo que se anunciam, através da sua diversidade, também estão se/nos transformando.
Compartilhe no Google Plus

Sobre Pena Pensante

Filipe Penasso: Editor e resenhista do Pena Pensante, graduado em relações internacionais e autor do livro de poesias Entre Asas e Raízes.
    Comente pelo Blogger
    Comente pelo Facebook

2 comentários:

  1. Cara, sua escrita é fenomenal, adorei o texto, já tinha lido uns outros seus, você faz um bom uso das palavras e consegue expressar com clareza o que o livro traz, parabéns.

    BLOG - TUDO ATRASADO


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Douglas. Fico muito feliz quando vejo comentários como seu. Grande abraço!

      Excluir