Leituras para Maio de 2017 (Recebidos em Abril)


Exemplares maravilhosos que compõem o Book Haul de abril de 2017 e que serão lidos e resenhados no mês de maio. Dentre eles existe aventura, mistério, emoção e diversas outras características que enriquecem a leitura. Há também as obras com fatos históricos e eruditos que contribuem para o desenvolvimento acadêmico daqueles que os leem. Em síntese, será um mês de leituras inesquecíveis; por isso, abaixo você tem a oportunidade de conferir cada uma desses livros marcantes:


O Segredo de Heap House, de Edward Carey
Um livro espetacularmente esquisito, cheio de magia, humor astuto e personagens melancólicos e bizarros. 
Clod é um Iremonger. Ele vive nos Cúmulos, um vasto mar de itens perdidos e descartados coletados em Londres. No centro dos Cúmulos está Heap House, um quebra-cabeça de casas, castelos, cômodos e mistérios recuperados da cidade e transformados em um labirinto vivo de escadas e criaturas rastejantes. Uma tempestade está se formando sobre Heap House. Os Iremonger estão inquietos, e os objetos falantes estão gritando cada vez mais alto. Os segredos que mantêm a casa em pé começam a vir à tona para revelar uma verdade sombria capaz de destruir o mundo de Clod. Tudo, porém, começa a mudar quando ele encontra Lucy Pennant, uma órfã rebelde recém-chegada da cidade.
Gostou da sinopse? Clique aqui para adquirir o exemplar!


Arquivos do Mal-Estar e da Resistência. de Joel Birman
Em 'Arquivos do mal-estar e da resistência', o autor aborda questões como a compulsão por drogas e comida, a disseminação dos estados de pânico e depressão, e o desalento, categoria que ele utiliza para explicar a condição do sujeito da pós-modernidade, em substituição ao desamparo, característica da modernidade. Violência e barbárie também estão em debate, e não poderiam deixar de estar presentes numa discussão na qual o que se pretende é encontrar quais contribuições a psicanálise tem a dar no enfrentamento dos principais problemas da atualidade. Tudo isso serve como cenário para o debate sobre a crise da psicanálise que, explica o autor, realiza uma espécie de autocrítica de todas as ortodoxias que marcaram a sua história. Os 16 textos que compõem este livro têm como ponto de partida a idéia de que as diversas formas contemporâneas de sofrimento guardam forte relação com as profundas transformações impostas pela pós-modernidade. O mal-estar da pós-modernidade, uma relação direta com o célebre texto freudiano sobre o mal-estar da civilização. Com os artigos, o autor apresenta-se como um importante pensador das questões e das transformações da atualidade, impactadas por mudanças vertiginosas, em velocidade ainda maior. Este livro expõe a discussão sobre os elementos da crise contemporânea - o esfacelamento da perspectiva de futuro, os vínculos sociais e afetivos frágeis, a hipervalorização do consumo, a fragmentação do sujeito e as conseqüências da responsabilidade absoluta pela gestão da própria vida.
Gostou da sinopse? Clique aqui para adquirir o exemplar!


A Astúcia Cria o Mundo, de Lewis Hyde
Neste livro fascinante, Lewis Hyde explora os velhos mitos que afirmam ter sido o trickster – a figura mitológica que oscila entre o herói e o galhofeiro – quem fez deste mundo o que ele é. Primeiro, revisita as antigas histórias – Hermes na Grécia, Exu na África Ocidental, Krishna na Índia, Coiote na América do Norte, entre outros – e depois as compara à vida e às obras de criadores mais recentes, como Pablo Picasso, Michel Duchamp e Allen Ginsberg. Hyde argumenta que nosso mundo – complexo, ambíguo, belo e sujo – foi uma criação ainda não concluída do trickster. Notável em sua erudição, fluente e dinâmico em seu estilo, A astúcia cria o mundo figura entre as grandes obras da moderna crítica cultural.
Gostou da sinopse? Clique aqui para adquirir o exemplar!


Darkmouth, de Shane Hegarty
Elas estão chegando! As Lendas (ou melhor, monstros aterrorizantes que se alimentam de humanos) invadiram a cidade de “Darkmouth”. Elas querem dominar o mundo. Mas não entre em pânico! Finn, o último dos Caçadores de Lendas, vai nos proteger. Finn tem doze anos, adora animais, não leva muito jeito para lutar; mas é muito, muito esforçado. E todos nós sabemos que ser esforçado é a melhor arma contra um Minotauro faminto, né? Hum... Pensando bem, pode entrar em pânico. Entre em pânico agora! Corra!
Gostou da sinopse? Clique aqui para adquirir o exemplar!


Sempre Haverá Você, de Heather Butler
A mãe do George e do Theo é genial. Ela conta histórias incríveis, acena mais rápido do que qualquer pessoa do planeta e, o mais importante, foi ela que sugeriu que eles adotassem um cachorro porcalhão chamado Goffo. Os meninos acham que ela é invencível. Mas eles estão errados. Porque a mamãe está doente. E cabe ao George e ao Theo fazer a mamãe continuar sorrindo. O que, muito provavelmente, vai envolver galochas, tortas de carne e a participação do Goffo no Concurso de Talento Animal...
Agora que a mamãe ficou doente, está cada vez mais difícil sorrir e inventar versos com o Theo. Sempre haverá você conta sobre uma família diferente da sua, mas um pouquinho parecida. E de um menino que está aprendendo algumas coisas. Você quer ser amigo dele?
Gostou da sinopse? Clique aqui para adquirir o exemplar!

Compartilhe no Google Plus

Sobre Filipe Penasso

Autor e resenhista do Pena Pensante, 22 anos, acadêmico de Relações Internacionais e Comissário de Voo por formação.
    Comente pelo Blogger
    Comente pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário