A Nona Vida de Louis Drax, de Liz Jensen


Eis uma obra que mistura mistério, psicologia e tragédia em meio à vida de uma criança de apenas nove anos de idade: Louis Drax. O exemplar publicado em 2005 ganhou uma nova edição da Record em 2016 junto ao filme inspirado na obra lançado no mesmo ano. De fato, trata-se de um enredo intrigante e ao mesmo tempo envolvente. O menino protagonista é a chave do mistério que ronda a trama. Diferente das outras crianças, Louis Drax tem uma vida marcada por situações de "quase morte", ao longo dos anos, até o nono. quando, ao cair de um penhasco, é dado como morto.
Todavia, já no necrotério, o corpo volta à vida e o mistério se inicia acerca desse momento! Diferente dos outros acidentes, a queda, de fato, o levou a óbito, intrigando os médicos, céticos para situações miraculosas. Mas isso não amenizou a gravidade de sua saúde, já que Drax permaneceu em coma, ficando aos cuidados do Dr. Dannachet.


O acidente ganhou repercussão na mídia até que em dado momento, devido às investigações, surge a possibilidade de crime pelo próprio pai do menino. De tal forma que é aberto um inquérito para cuidar do caso. A mãe da criança, Natalie Drax, passa por constante aflição ao lado do leito de Louis no hospital, temendo a aparição do marido que até então é procurado pela polícia. Porém, em meio a essa turbulência, Dr. Dannachet, casado e com duas filhas adultas, acaba se apaixonando por Natalie, enquanto a mesma acompanhava o tratamento do filho.


Em meio a esse emaranhado de sentimentos e emoções, a coisa piora quando os personagens começam a receber cartas assinadas por Louis, pedindo para que a mãe se afaste do Dr., caso contrário algo terrível aconteceria. Certamente, a origem de tais cartas foi associada ao pai da criança que, provavelmente, os observava de perto, aguçando ainda mais a curiosidade dos leitores.
"E, EI, OLHA SÓ PRA NÓS: somos uma família de novo, com uma mãe e um pai e um hamster. Mamãe bate o porta-malas e entramos no Passat, que tem um CP player com entrada para seis discos e teto solar. Papai põe seus óculos escuros, que o fazem parecer legal como um gângster, coloca o cinto de segurança, dá partida no carro, zuummm, sorri para nós e diz 'vamos pegar a estrada', como se não houvesse nada de errado, como se eles pudessem se amar de novo, como se nada terrível fosse acontecer."
O livro inspirou o filme que foi estrelado por Jamie Dornan, Sarah Gadon e Aarnon Paul. A nova edição da Record é extremamente organizada com boa diagramação. A primazia da capa em relação a obra é excelente, já que nos faz refletir sobre os problemas recorrentes que passam na cabeça de um menino, aparentemente normal, mas que se assemelham a um labirinto cuja saída se materializa em uma nuvem de surpresas.

Clique aqui para adquirir o exemplar.
Título: A Nona Vida de Louis Drax
Autora: Liz Jensen | Editora: Record
Páginas: 288 | Edição: 2016
Sinopse: Livro que inspirou o filme estrelado por Jamie Dornan e Aaron Paul. Louis Drax não é um menino comum. Prestes a completar 9 anos, dotado de uma imaginação mórbida, Louis todo ano sofre algo terrível e misterioso que ameaça tirar sua vida. Sua mãe vive em pânico constante. Seu psicólogo se vê perplexo diante desse fenômeno. O garoto está sempre entre a vida e a morte.

Compartilhe no Google Plus

Sobre Filipe Penasso

Autor e resenhista do Pena Pensante, 22 anos, acadêmico de Relações Internacionais e Comissário de Voo por formação.
    Comente pelo Blogger
    Comente pelo Facebook

2 comentários:

  1. Excelente sua resenha! Gostei muito da história desse livro, realmente é bem intrigante. Até eu fiquei curiosa sobre essas cartas. Com certeza passarei na livraria para avaliar o exemplar! Obrigado por compartilhar sua opinião conosco. Abraços de Maria Júlia! <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu que agradeço pelo seu comentário, Maria Júlia. Fico feliz que tenha gostado! =)

      Excluir