Três Clássicos Para Ler Sem Medo


Quando se diz que algo é clássico, a qualidade já é garantida. Isso porque os clássicos são obras que fizeram muito sucesso quando foram lançadas e quebraram a barreira do tempo, passando de geração para geração ao longo da história. Foi pensando nisso que separei três livros marcantes, considerados clássicos da literatura, que revolucionaram as tramas da época e abriram espaço para novos enredos de autores que sucederam tais títulos. Ambos os exemplares possuem suas características e particularidades que fizeram de seus autores, gênios da escrita. Confira cada um dos livros a seguir:


O Corsário Negro, de Emilio Salgari (Publicado em 1898)
Quem ousaria enfrentar o duque de Wan Guld, o governador de Maracaíbo, uma das cidades mais importantes do golfo do México? Resposta: apenas o Corsário Negro, o famoso pirata da Ilha das Tartarugas, que jurou vingança pela morte dos seus dois irmãos, os corsários Verde e Vermelho.
Na madrugada em que o corpo do Corsário Vermelho chega finalmente ao "Relâmpago", o navio do seu irmão Corsário Negro, "parecia que as cristas das ondas expeliam centelhas, e a espuma se estendia na praia, em forma de franja, via-se semeada de soberbos fulgores fosforescentes", escreve Emilio Salgari, o autor de "O Corsário Negro". O romance que já foi levado para as telas e é considerado a obra prima do autor, inaugura o ciclo de aventuras dos corsários.
Gostou da sinopse? Clique aqui para comprá-lo.


Os Irmãos Corsos, de Alexandre Dumas (Publicado em 1844)
Você acredita que dois irmãos gêmeos possam sentir as dores e emoções um do outro, mesmo estando em partes diferentes do mundo? Viaje nesta aventura emocionante para descobrir.
Os Irmãos Corsos é um livro do escritor francês Alexandre Dumas (pai), tido por muitos como o livro mais intrigante do célebre autor: tendo o personagem principal os mesmos primeiro nome, idade e profissão de Alexandre, e tendo a narrativa em primeira pessoa sido escrita pouco após seu retorno à Paris de uma viagem à Córsega, é tido por muitos como uma história real e autobiográfica.
Gostou da sinopse? Clique aqui para comprá-lo.


Os Trabalhadores do Mar, de Victor Hugo (Publicado em 1866)
A riqueza imagística e formal de sua lírica fez de Victor Hugo o maior poeta romântico francês, também principal mentor do Romantismo em seu país e um de seus mais importantes prosadores. Em 1886, escreveu o romance "Os Trabalhadores do Mar", considerado por muitos críticos e leitores como sua verdadeira obra-prima.
A história tem como protagonista Gilliatt, o personagem que, segundo a poética de Victor Hugo, é um marginal social, que se apaixona Deruchette, sobrinha do armador Lethierry. Quando o navio de Lethierry naufragou em um lugar particularmente perigoso, não muito distante da ilha, Deruchette promete casar-se com o homem capaz de recuperar o motor a vapor da embarcação. Gilliatt oferece-se, e o romance passa a narrar as suas aventuras e desventuras, entre elas a luta com um imenso polvo gigante, dentro de uma caverna no rochedo.
Gostou da sinopse? Clique aqui para comprá-lo.

Compartilhe no Google Plus

Sobre Filipe Penasso

Autor e resenhista do Pena Pensante, 22 anos, acadêmico de Relações Internacionais e Comissário de Voo por formação.
    Comente pelo Blogger
    Comente pelo Facebook

7 comentários:

  1. Já tive a oportunidade de ler Os Trabalhadores do Mar e simplesmente amei, Gostei da publicação, achei bem criativa! Vou pesquisar mais sobre as outras obras pois já conhecia os autores pelo nome mas nunca cheguei a ler nenhum de seus livros! Bjs!!! <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou, Maria Júlia. Muito obrigado pelo seu comentário! =)

      Excluir
  2. Muito bom, gostei muito também! Sempre nos surpreendendo com essas postagens maravilhosas. :D :D :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado, fico feliz que tenha gostado! =)

      Excluir
  3. Exemplares sensacionais! Adorei cada um deles e com certeza os comprarei. Muito boa a publicação eu adorei também.

    ResponderExcluir
  4. Adorei conhecer as duas primeiras obras! Os trabalhadores do Mar já conhecia. =)
    Dicas anotadas! Adoro literatura clássica e esse ano estou me dedicando a ela!
    Bjss

    ResponderExcluir