O Sacerdote do Himalaia


A cultura oriental tem muita sabedoria para nos oferecer, graças aos longos anos, perdidos no tempo, ricos em histórias e costumes. Muito já foi abordado no blog sobre o tema, como a história de Woo Sing e o Espelho, que nos dá a oportunidade de refletir sobre nossa verdadeira imagem. Também há um artigo falando sobre a geomancia chinesa e sua importância para os amantes da arte que tem como objetivo principal, a seguinte pergunta: Como harmonizar o céu e a terra?
De fato, além do conto e do artigo, tive a honra de escrever sobre a obra de Helena Blavatsky que, no século XIX, passou uma temporada com os monges tibetanos a fim de descobrir os segredos de sua cultura e meditação para chegar ao estado de sintonia entre corpo e alma, estado de perfeita paz. O livro que foi intitulado em português como A Voz do Silêncio teve sua tradução por Fernando Pessoa.
Foi pensando em toda essa diversidade cultural que separei uma lenda indiana — uma fábula na versão escrita por Frances Dadmun — e a organizei em um vídeo, recitado por mim, para que possamos conhecer um pouco mais de uma cultura tão distante da nossa, com valores nobres que devem ser compartilhados.


O Sacerdote do Himalaia nos mostra que somos capazes de ajudar uns aos outros, mesmo estando em estado de desespero interior. A fome e a sede que atacam os seres vivos, tornam-se os problemas daqueles que presenciam a seca do riacho, situado na floresta da encosta da cordilheira. A velha fábula nos deixa claro que, apesar das diferenças, ambos compartilham do mesmo interesse. Os monges salvaram a vida dos animais, mesmo com medo de serem estraçalhados; os animais, por sua vez, também salvaram a vida dos homens, mesmo temendo a morte. Uma relação entre humanos e bichos que nos faz refletir sobre os limites do orgulho e do medo, deixando-nos entrar em estado de comunhão para preservarmos aquilo que temos de mais precioso: a própria vida! 

Compartilhe no Google Plus

Sobre Filipe Penasso

Autor e resenhista do Pena Pensante, 22 anos, acadêmico de Relações Internacionais e Comissário de Voo por formação.
    Comente pelo Blogger
    Comente pelo Facebook

19 comentários:

  1. ESSAS MENSAGENS SÃO FANTÁSTICAS DAI SE EU PUDER TER A LIBERDADE TAMBÉM RECOMENDO O LIVRO DO ( DALAI LAMA-----UMA ÉTICA PARA O NOVO MILÊNIO ) EDITORA ( SEXTANTE ) EXCELENTE VOCE VAI GOSTAR ABRAÇOS.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela dica, com certeza irei pesquisar mais sobre o exemplar! Grande abraço para você também! =)

      Excluir
  2. Olá
    as mensagens devem ser muito profundas, só de ler sua postagem, imagino o quanto podemos aprender, seja por conto ou em vídeo. E por falar em vídeo, o trabalho ficou ótimo e deu até vontade de procurar mais informações a respeito.
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, fico feliz que tenha gostado! :)

      Excluir
  3. A cultura oriental é muito interessante, eles tem filosofias de vida que são incríveis.
    Me surpreendeu a sua postagem, amei conhecer o seu blog que não conhecia, já o video ficou incrível, gostei muito dessa fábula e o modo que você organizou o video ficou ótimo, bela lição de vida e reflexão.

    Trabalho muito bem feito, parabéns!

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico extremamente feliz que tenha gostado! Grande abraço para você! =)

      Excluir
  4. É a primeira vez que me deparo com essa informação. Tenho muito interesse em estudar culturas diferentes das nossas e achei muito interessante a lenda narrada no vídeo. Aliás, o trabalho no vídeo ficou incrível! Parabéns!
    Eu achei nobre a atitude, mesmo que de pena, do sacerdote diante da pantera sedenta.
    Essa "cena" me fez sentir algo muito gratificante, por unir relações entre homem e animal, algo que eu prezo muito. Outra coisa que eu achei linda foi a oferenda dos animais. Eles levaram frutas! E isso tem um significado em especial pra mim, essa questão de o que é alimento de verdade. Enfim, a mensagem geral é maravilhosa! Expõe o fato de que todos, homens ou animais, tem direito a vida e que é possível que ambos se ajudem. Obrigada por compartilhar!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Thamires! Tudo o que disse é verdade, também tive as mesmas experiências. Muito obrigado pelo seu comentário! Grande abraço para você e sucesso! =)

      Excluir
  5. Livro interessante e com certeza com uma mensagem muito importante e que está em falta no mundo de hoje.
    Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou da "fábula", não se trata de um livro! =)
      Grande abraço para você!

      Excluir
  6. Eu gosto de estar sempre aprendendo novas culturas. Eu ainda não conhecia a fábula mas com certeza a mensagem que ela passa é muito bonita. Achei muito interessante e traz momentos de reflexão sim. Gostei da sua dica e fi uma bela surpresa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Beatriz. Fico feliz que tenha gostado! =)

      Excluir
  7. Olá Filipe,
    Primeiramente, parabéns pelo trabalho do vídeo, está incrível.
    Ainda não conhecia essa fábula, mas achei muito interessante, pois é notável a mútua ajuda entre seres que muitos acham que deveriam se matar, não é?
    Essa história me trouxe uma bela lição de vida e vou guardá-la para sempre no coração.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  8. Oiiiii

    Nossa achei bem diferente essa postagem. Só de ler dá pra ver o quanto pode se aprender. Amo coisas de culturas diferentes principalmente por conhecer outro povos, amei o video ficou bem bacana. Enfim, trás mais postagens assim, é bem legal mesmo.

    Bjos

    ResponderExcluir
  9. Oi!
    Adorei conhecer mais essa fábula, nunca tinha visto nada do g~enero e achei linda a mensagem que ela trata no final, acho muito importante as pessoas poderem ajudar umas as outras sem se importar com seus interesses pessoais primeiramente.

    ResponderExcluir
  10. Oi, Felipe.

    Eu não conhecia essa fábula, mas achei bastante interessante a cultura oriental. Achei lindo o vídeo e acho importante que muitas pessoas vejam e também compartilhem. Gostei bastante da mensagem reflexiva e vou procurar mais sobre a cultura. Gostei muito do seu post.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Oi Felipe,

    eu não conhecia nada sobre essas história apesar da cultura indiana me interessar muito. O trabalho do vídeo está magnifico e só pelas palavras que você colocou posso ver que é uma mensagem para pensarmos e analisarmos. Adorei o seu post!
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Eu quero conhecer mais sobre a cultura oriental e percebo que essa obra sera uma ótima oportunidade, com um complexo de informações e riquezas, que deixam vários ensinamentos e reflexões, adorei o vídeo e achei o post bem profundo e intenso

    ResponderExcluir
  13. Oi,

    Eu já conhecia outras fábulas orientais mais essa é nova pra mim, achei-a intrigante e conseguiu me tocar profundamente, acredito que deva ter sido um prazer escrever um artigo com uma temática tão agradável. Seu post foi bastante inspirador.
    Beijos

    ResponderExcluir