O Livro das Virtudes, de William J. Bennett


A fim de compreender algumas qualidades essenciais para a formação ética do ser humano, O Livro das Virtudes é considerado um tesouro, pois não se trata de um único romance ou livro de auto-ajuda, mas sim de um conjunto de histórias eternas que vêm de diversas épocas e lugares. São poemas, fábulas, lendas, contos, cartas, entre outros. Perfeito para os leitores iniciantes e essencial para os assíduos da literatura.
"As histórias boas nos convidam a entrar no papel de outras pessoas, passo crucial na aquisição da perspectiva moral."
Como a obra se destina a auxiliar na eterna tarefa de formação moral, o autor, William J. Bennett, fez uma pesquisa profunda e conseguiu juntar num só livro os maiores autores que já existiram, como Esopo, Irmãos Grimm, Tolstoi, Amy Cruse, e muitos outros.


Dividido em dez partes, uma para cada virtude, o livro trabalha com a compaixão, disciplina, amizade, responsabilidade, trabalho, coragem, perseverança, honestidade, lealdade e fé. Julgando essas como fundamentais para uma vida plena e pacífica, uma vez que, a cada dia, a comunidade se queixa mais do exercício das mesmas.
"Na disciplina, o indivíduo se torna discípulo de si mesmo. É seu próprio professor, treinador, técnico e orientador." 
Por nos dar total liberdade, a ponto de começarmos a ler onde quisermos, a obra nos instiga como ponto de partida para novas leituras. É considerada uma“Antologia”, ou seja, uma coleção de trabalhos literários que pode ser agrupado por alguns critérios.
Por fim, é um livro estimulante que, segundo palavras do autor, aponta os melhores ângulos da nossa natureza, nos fazendo lembrar daquilo que é importante, ajudando-nos a olhar para o alto.

Título: O Livro das Virtudes
Autor: William J. Bennett | Data: 1993
Editora: Editora Nova Fronteira
Páginas: 536 | Esse livro no Skoob
Sinopse: Este livro reúne textos de muitas épocas e lugares. Da Bíblia a Shakespeare, de Esopo aos irmãos Grimm, de Aristóteles a Emily Dickinson, do folclore africano a discursos de Lincoln. São passagens, histórias, contos e poemas que ilustram dez virtudes essenciais para a formação moral de qualquer cidadão. Um livro para a família, para o leitor jovem ou maduro, para ser lido, relido e contado. Um tesouro para ser partilhado.

Compartilhe no Google Plus

Sobre Filipe Penasso

Autor e resenhista do Pena Pensante, 22 anos, acadêmico de Relações Internacionais e Comissário de Voo por formação.
    Comente pelo Blogger
    Comente pelo Facebook

10 comentários:

  1. Gostei bastante da resenha, adoro tentar entender e compreender a formação moral de cada indivíduo.

    bjus
    www.tutiaah.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Camila! Fico feliz por ter gostado da resenha...

      Excluir
  2. Preciso desse livro, é do tipo que mais gosto!!!

    ResponderExcluir
  3. Olá Felipe muito interessante sua resenha, vou procurar o livro, muito obrigada por dividir conosco. Abraços
    @decasalimpa
    http://www.decasalimpa.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu que agradeço; fico extremamente feliz por ter gostado! :)

      Excluir
  4. Olá Filipe,
    Amo ler e com certeza visitarei mais o seu blog porque sua resenha do livro está perfeita. Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carla, obrigado! Será muito bem-vinda todas as vezes que vier! :)

      Excluir
  5. Respostas
    1. É só ir na parte de seguidores do blog, Nydia! :D

      Excluir