O Caminho e a Arte Japonesa


No Japão, o dojô é muito mais que uma instalação de treinamento para praticantes de artes marciais. Um dojô é qualquer instalação formal de treinamento, onde os membros aprendem e praticam atividades físicas e formas de arte, especificamente as formas "do". O sufixo "do" significa o caminho de, e geralmente indica que a técnica em questão tem um elemento espiritual. Desde a era Meiji (1868 a 1912), os praticantes das artes marciais japonesas adotaram esse sufixo para os nomes das artes marciais, como Aikidô, Judô e Kendô.
Na cultura japonesa, o dojô é uma estrutura simbolicamente importante. O treinamento prático é usualmente conduzido fora do edifício, ao passo que o interior é usado para atividades mais ritualísticas e como um mostruário de artefatos e armas associados ao dojô e seus membros. O dojô é cuidado e mantido pelos estudantes que, no final de cada sessão de treinamento, realizam um ritual "souji" ou limpeza. A importância desse posto permeia todos os aspectos da vida no dojô. Há inclusive entradas separadas para o edifício, uma para os mestres e outra para os estudantes.

Compartilhe no Google Plus

Sobre Filipe Penasso

Autor e resenhista do Pena Pensante, 22 anos, acadêmico de Relações Internacionais e Comissário de Voo por formação.
    Comente pelo Blogger
    Comente pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário