A Lenda Haitiana de Ghede



Existe uma lenda haitiana que diz que um dos mais poderosos deuses do vodu é Ghede, Senhor da Morte, e também conhecido como Barão Semedi. Afirmam ser o mais sábio de todos os deuses, pois em sua cabeça guarda o conhecimento de tudo que já viveu, podendo trazer até mesmo os mortos de volta a vida.
Quando Ghede sai da escuridão para a luz, tem de usar óculos escuro para proteger seus olhos. Mas frequentemente tira a lente direita dizendo: "Com meu olho esquerdo olho o mundo inteiro, com o direito, fico de olho na minha comida, para ter certeza que nenhum ladrão levará". Pois Ghede tem uma fome insaciável, jogando a comida na boca e fazendo-a descer com sua bebida especial, puro rum temperado com vinte e um temperos ardidos.
Não há nenhum ser vivo que consiga tomar desse rum, mas Ghede não se importa. Não pisca, mesmo se o fortíssimo líquido espirrar em seus olhos.
Às vezes Ghede aparece como um mendigo esfarrapado, mas na maioria das vezes usa roupas de gala: cartola, fraque e bengala. Certa vez, quando o presidente Borno governava o Haiti, um grupo de pessoas vestidas como Ghede  — cada um deles um sacerdote vodu "montado" pelo próprio espírito do deus —marchou até o palácio do presidente. Dançaram e pularam pelas ruas, cantando, com uma grande multidão seguindo-os. Passaram direto pelos guardas, que não tinha poderes para detê-los, seguiram até a porta e bateram com a ponta da bengala. 
Pediram dinheiro, e o presidente lhes deu uma grande quantidade, pois não importava o quanto um homem tenha poder durante a vida, ninguém tem poder sobre os mortos, e no final tem de pagar seu tributo.
Frequentemente Ghede canta uma canção para si mesmo, lembrando o dia em que ele e seus seguidores dançaram até o palácio e fizeram o presidente pagar: " Papa Ghede é um tipo bonito, com seu fraque e cartola preta. Papa Guede vai até o palácio! Vai comer e beber quando voltar."

Compartilhe no Google Plus

Sobre Filipe Penasso

Autor e resenhista do Pena Pensante, 22 anos, acadêmico de Relações Internacionais e Comissário de Voo por formação.
    Comente pelo Blogger
    Comente pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário