Idealizar um sonho.


Todos os dias recebo uma dose de experiências sentimentais idealizadas naquilo que quero ser, da mesma forma que reflito meus pensamentos para o que realmente sou, diferenciado pelo que já fui. 
Sonhei pensando e por alguns instantes fiquei feliz, mas apenas pensei. Pensei em ser, não fui.
O caminho que diferencia esses dois pontos é vasto, não basta apenas formar um processo mental, é preciso idealizar, diferenciar e agir. 
Cada ser tem suas escolhas e objetivos a serem concretizados, independente de seus sentimentos, são verdadeiros sonhos. Sonhos que viajam nos pensamentos esperando serem escolhidos e materializados.
A escolha do caminho é individual, do sonho é opcional, já da força que o alimenta é essencial. Quem escolhe sonhar, escolhe a expressão de um momento e a determinação de uma vida.

Compartilhe no Google Plus

Sobre Filipe Penasso

Autor e resenhista do Pena Pensante, 22 anos, acadêmico de Relações Internacionais e Comissário de Voo por formação.
    Comente pelo Blogger
    Comente pelo Facebook

6 comentários:

  1. Adorei seu post.....

    http://blogdajenny2014.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Você escreve bem, gostei do texto.

    Muito sucesso, acabei de conhecer seu blog, e estou seguindo! Beijos.
    http://tendenciateenoficial.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Isamara, também desejo muito sucesso para você! Grande abraço...

      Excluir
  3. Não poderia me identificar mais! Estou numa fase da minha vida que você expressou lindamente, passo o dia todo pensando sobre o que ser, o que somos ou que seremos...

    Beijos
    http://brusays.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico extremamente feliz de ter se identificado! Grande abraço...

      Excluir