Paz no Interior


Sempre busquei o caminho que me levasse à paz, mas nunca desconfiei que ela pudesse estar dentro de mim. Tudo o que eu tinha que aprender era uma maneira de despertá-la. Procurei tão longe algo que estava tão perto, não só no meu interior, mas nos pensamentos que formulava e nas atividades que exercia. 
A ambição de alcançar o inalcançável junto à ansiedade de pular etapas  fez com que a paz se tornasse imperceptível. Toda via, percebi que bastava eu entender os sentidos do tempo e exercitar a compreensão para surgir os bons sentimentos, como a alegria e a fé. Assim, era preciso apenas viver em harmonia comigo mesmo para eliminar os obstáculos e seguir em frente.

Compartilhe no Google Plus

Sobre Filipe Penasso

Autor e resenhista do Pena Pensante, 22 anos, acadêmico de Relações Internacionais e Comissário de Voo por formação.
    Comente pelo Blogger
    Comente pelo Facebook

4 comentários:

  1. Você escreve muito bem Felipe, Seus textos fazem a gente refletir muito sobre alguns contextos da vida.. Gostei de mais!! Sucesso fofo ❤ Beijinhos
    http://mahrianareiis.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que honra ter um comentário seu em meu blog Mariana.
      Darei uma olhada no seu e com certeza irei retribuir a atenção!
      Obrigado!

      Excluir
  2. Muito bom o texto e você escreve bem demais!!! Mas só uma dica meu anjo, tenta colocar outra cor nas letras porque fica muito ruim para as pessoas lerem. Só uma dica mesmo!!

    Seu blog tá ótimo e com textos muito bons, parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Priscilla, muito obrigado pelo elogio e pela dica! Um grande abraço...

      Excluir